Lattine Group

Blog

Transformação digital — Microsoft Azure

Microsoft Azure

Transformação digital — Microsoft Azure

Há muitas boas razões que justificam a migração para a nuvem, mas a principal, é a que faz sentido comercial. Você pode chamar de eficiência, ou apenas de fazer mais com menos. De qualquer maneira, a computação em nuvem permite concentrar-se no que é importante: o seu negócio.

A computação em nuvem pode ser usada para quase todos os tipos de aplicações. Não apenas para segurança do negócio, como é comum se pensar. E embora a ideia da computação em nuvem às vezes pareça difícil de entender, é claro que significa uma economia para quem a usa.

A nuvem é um dos principais pilares para acelerar a transformação digital e promover ganhos em escalabilidade, agilidade e segurança para as organizações, além de reduzir custos dentro da organização. Qual empresa nos dias de hoje não gostaria de reduzir seus custos? Ao migrar para a nuvem, por exemplo, os gastos na compra de hardware e software deixam de existir, assim como custos de manutenção.

A organização passa a contar com um ambiente protegido contra ameaças reais e virtuais, ganha muito mais espaço interno para a sua equipe trabalhar e tanto o hardware quanto o software passam por atualizações constantes, o que assegura que a sua estrutura vai acompanhar o mercado, garantindo competitividade.

Ainda podemos ir além e falar sobre outros benefícios que a nuvem traz traz como:

– Flexibilidade: Os serviços baseados em nuvem são ideais para empresas com demanda crescente ou flutuante. Se as suas necessidades aumentarem, é fácil também aumentar a capacidade da nuvem, com base nos servidores remotos do serviço.

– Disaster recovery: Soluções baseadas em nuvem tem toda a estrutura resguardada de ameaças reais e virtuais e não se paga nada a mais por isso. Mesmo em casos como um incêndio ou enchente, não há riscos de perder seus dados.

– Atualizações automáticas de software: Atualizações regulares de software – incluindo atualizações de segurança – lançadas regularmente.

– Aumento da colaboração: Quando suas equipes podem acessar, editar e compartilhar documentos a qualquer momento, de qualquer lugar, elas podem fazer mais e melhor juntos.

A movimentação de dados locais para a nuvem pode gerar incerteza por parte dos tomadores de decisão, pois grande parte acredita que, nessa transição, informações importantes podem ser perdidas.

Porém, com um planejamento e um time especializado, a migração dos dados pode ser feita no ritmo que a empresa preferir, sem riscos aos dados. A Microsoft possui 100 datacenters — centro de processamento de dados — em 36 regiões, incluindo o Brasil. Os investimentos em segurança e capacidade de armazenamento para oferecer a melhor experiência aos consumidores é constante.

Além dos dados estarem em conformidade com as leis de segurança, é possível controlar quem acessa as informações. Essas ações demandam menos investimentos se comparadas ao armazenamento local, que dependendo do tamanho da empresa pode exigir uma sala própria com temperaturas específicas.

A prática de migrar para a nuvem garante mais preparo e adequação às mudanças de mercado. A sua empresa já está preparada para o futuro? Saiba mais sobre o Azure e como a transformação digital pode alavancar sua organização!

Blog

Microsoft Azure

Microsoft Azure

Blog

Campanha Microsoft Azure

Campanha Microsoft Azure
Lattine Group

© 2019 - Copyright

Follow Up Comunicação