Lattine Group

Blog

LGPD: a importância de se proteger

LGPDSegurança

LGPD: a importância de se proteger

Atualmente, no Brasil, temos leis que garantem o direito à intimidade e ao sigilo de comunicações, por exemplo, mas elas foram estabelecidas em circunstâncias que não contemplavam o cenário tecnológico atual. 

Hoje, quando você acessa um site ou instala um aplicativo no smartphone e, logo de cara, surge um pedido de autorização para usar determinadas funções do aparelho ou de acesso a dados pessoais, esses mecanismos são um reflexo de anos de discussões sobre privacidade e segurança de dados! Essas discussões culminaram na aprovação da General Data Protection Regulation (GDPR), um conjunto de leis adotado pela União Europeia em 25 de maio de 2018 e que inspirou a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) brasileira, que será adotada em agosto de 2020. 

Ainda que tenha uma ligação forte com o uso da internet, a LGPD afetará todos os setores da economia e também todas as empresas, inclusive subcontratantes como fornecedores, parceiros e agências. Investir em segurança de dados, hoje, é fator determinante, além de elevar a sua empresa em relação ao mercado ao garantir amparo aos seus clientes e colaboradores.

 A LGPD determina como dados de cidadãos podem ser coletados e tratados e prevê punições para transgressões. Essa nova lei incide sobre dados pessoais de qualquer espécie. Seu único requisito para aplicação é que o dado identifique ou torne identificável uma pessoa. Dessa forma, dados de consumidores, empregados, parceiros, profissionais liberais, representantes de empresas, etc., entram igualmente. 

Por outro lado, deverão obedecer a nova legislação todas as pessoas físicas e jurídicas que tratem dados pessoais no território brasileiro ou de pessoas localizadas no mesmo, com exceções pontuais. Para aumentar essa segurança dentro das organizações, alguns passos serão necessários, como proteger a identidade dos usuários; o controle a acesso e recursos valiosos com base no nível de risco; garantir que os e-mails e documentos importantes sejam acessados apenas por pessoas autorizadas; ter rápida resposta contra qualquer suspeita de ameaça, além de visibilidade e controle sobre as ferramentas de segurança.

De maneira mais ampla, o impacto da LGPD nas operações das empresas se relaciona com a política de coleta e proteção da informação. No novo cenário, o usuário tem direito a toda informação sobre como as instituições, sejam elas públicas ou privadas, manuseiam seus dados, para qual finalidade é feita a coleta, como os dados ficam armazenados, quanto tempo eles ficam sob a guarda da empresa e com quem as informações podem ser compartilhadas. 

Desta forma, passa a ser dever das instituições garantir a transparência na coleta de dados de clientes, respeitando a sua liberdade, privacidade e intimidade. Para garantir que essas informações estejam protegidos em todas as etapas desse fluxo, apresentamos o Microsoft 365, um conjunto de serviços da Microsoft – solução que a Lattine disponibiliza – que te ajuda nessa jornada de conformidade com a nova lei. O Microsoft 365 possui ferramentas que vão limpar seus diretórios em estrutura local e sites do SharePoint, por exemplo, buscando dados sensíveis. Quando essas informações forem encontradas, esses serviços vão relatar, classificar e protegê-las diretamente, de acordo com o que for definido nas configurações do sistema no início do processo. 

Além disso, o Microsoft 365 já está em conformidade com a nova lei, o que facilita muito o processo de compliance – lembrando que as multas para aqueles que não se adequarem até agosto de 2020 podem chegar até 50 milhões. 

A Lattine oferece essa e outras soluções, além de estar preparada para auxiliar sua empresa durante esse processo! Conte com a nossa equipe para te apoiar nessa jornada e garanta que sua empresa esteja em conformidade com a LGPD!

LEIA MAIS sobre a LGPD:

Tudo sobre a LGPD – Baixe nosso e-book!

Para quê você usa o seu smartphone?

Lattine Group

© 2019 - Copyright

Logo FUP