Lattine Group

Blog

DevSecOps no Azure: segurança no desenvolvimento!

Microsoft Azure

DevSecOps no Azure: segurança no desenvolvimento!

No post de hoje, apresentamos o DevSecOps no Azure, a cultura de segurança que garante um desenvolvimento tranquilo na nuvem.

A cibersegurança e a proteção de dados são assuntos cada vez mais presentes no dia a dia das empresas, visto que, com o crescente uso das tecnologias, surgem novos riscos e desafios a serem enfrentados.

E uma coisa é fato: ninguém quer ser pego desprevenido e nem surpreendido por um vazamento ou compartilhamento indevido de informações! Por esse motivo, a fim de evitar possíveis problemas e vazamentos, muitas empresas têm adotado novas estratégias para proteger seus dados, como é o caso da migração para nuvem.

De acordo com um estudo desenvolvido pelo IDC (International Data Corporation), 53% das empresas investem em tecnologias de nuvem para otimizar seus processos e elevar a receita. Além disso, a estratégia de migração reduziu os custos com TI em 77% dos casos, possibilitando processos mais tranquilos e seguros para as organizações.

Diante dos novos e mais complicados desafios aos quais somos expostos no mundo digital é preciso estar constantemente atento. Por isso, a Microsoft oferece uma solução completa para proteger o processo de desenvolvimento por meio do DevSecOps no Azure, um conjunto de práticas integradas que visa:

a) Habilitar o desenvolvimento de aplicativos de forma segura em todas a etapas do processo, garantindo a segurança dos devs;
b) Intensificar a colaboração entre as equipes, fomentando a interdisciplinaridade e solução criativa para desafios;
c) Trazer uma visão mais ampla do status de cibersegurança das organizações ao registrar os eventos de segurança e, a partir disso, disponibilizar relatórios valiosos.

Neste artigo, vamos falar sobre os benefícios de habilitar o DevSecOps no Azure e as boas práticas de desenvolvimento envolvidas no processo. Vamos lá?

DevSecOps no Azure

Como funciona o DevSecOps?

Em linhas gerais, o DevSecOps é um conjunto de ferramentas e boas práticas digitais que visa reforçar a segurança em todas as etapas do trabalho, desde o início do desenvolvimento até a parte final, fazendo com que o foco na segurança se estenda ao longo de todo o processo.

Sozinho, o DevOps é a união do desenvolvimento e da operação, que permite que as mais diversas funções de dev atuem de forma coordenada e colaborativa. Ao adotar essas práticas, as empresas conseguem responder melhor às necessidades dos clientes, alcançando resultados mais rápidos e aumentando a confiança em seus próprios aplicativos.

Outro ponto positivo é que o DevOps organiza e otimiza o ciclo de vida dos apps ao impactar, de diferentes maneiras, todas as fases de desenvolvimento, incluindo:

a) Planejamento: como o próprio nome indica, a primeira etapa é baseada em definir e organizar como e quais serão os recursos serão incluídos no projeto a ser desenvolvido pela empresa. Assim, a equipe de DevOps cria checklists de bugs e atividades a serem concluídas, além de acompanhar o progresso em diferentes níveis de granularidade.

b) Desenvolvimento: nesse momento, consideramos todos os aspectos da codificação, de fato, incluindo a compilação de linhas de código, testes, revisão e mais. Aqui, a equipe de DevOps atua com a implementação de soluções e ferramentas para otimizar o desenvolvimento em si, mas sem sacrificar a qualidade do resultado final.

c) Entrega: a terceira etapa consiste em implantar os apps nos ambientes de produção e também em configurar a infraestrutura que os compõe. Nela, as equipes de DevOps basicamente gerenciam e aprovam os aplicativos e serviços desenvolvidos, acompanhando tudo de forma bem próxima antes da entrega aos clientes.

d) Operação: com os apps e serviços entregues, a última etapa é composta pelo monitoramento e solução de eventuais problemas que surgem nos ambientes de produção antes que eles prejudiquem os clientes. Nesse sentido, o trabalho das equipes de DevOps é focado em garantir a confiabilidade e disponibilidade dos sistemas.

DevSecOps: o que é essa cultura?

O DevSecOps é uma nova forma de desenvolver e trabalhar na nuvem, buscando inserir as práticas de segurança em todos os processos do desenvolvimento e não apenas na fase final, como era rotineiro há alguns anos, mas completamente inconcebível atualmente.

Essa cultura garante a maior durabilidade dos ciclos de desenvolvimento dos apps e exige o envolvimento de toda equipe, tendo a segurança como base de todas as etapas do processo, diminuindo as falhas e o surgimento de novas ameaças.

Antes de tudo, é necessário ter em mente que a cultura DevSecOps visa mudar o olhar das equipes de segurança, envolvendo todos os setores da empresa, para que os cuidados com a cibersegurança sejam contínuos e eficazes.

Leia mais: SAP Hana no Azure | Um guia completo!

Quais são os benefícios de habilitar o DevSecOps no Azure?

Quando falamos sobre automatização das ferramentas de segurança, nos referimos a um conjunto de estratégias e medidas que tem como função principal assegurar a proteção das suas informações.

Assim, é importante notar que a Microsoft conta com diversas ferramentas para fortalecer a segurança de todos os seus recursos de nuvens, dos servidores aos aplicativos e cargas de trabalho em execução no Azure.

O DevSecOps aproveita as melhores e mais avançadas práticas de proteção a partir de uma estratégia shift-left, também chamada de “segurança do turno para a esquerda”, cuja premissa é a redução de riscos e valorização da segurança como base do processo de desenvolvimento de softwares desde os estágios iniciais de planejamento e desenvolvimento.

Ao habilitar o DevSecOps no Azure, o trabalho da sua equipe de desenvolvimento se torna muito mais assertivo e inteligente. Isso porque, com a garantia de que todo o processo será realizado com segurança, a taxa de retrabalho relacionada a problemas no ambiente de produção, por exemplo, diminui consideravelmente.

Além disso, sendo uma cultura (e não uma ferramenta por si só), implementá-la exige um esforço coletivo e mudança de mindset por parte de toda a equipe — incentivando, assim, a colaboração e comunicação entre os membros do time.

Vale notar, também, que, com o DevSecOps no Azure, você recebe insights que fornecem uma visão completa sobre os níveis de segurança da sua empresa, garantindo operações mais seguras e a conclusão de projetos importantes com mais firmeza.

E-book gratuito: Migrando bancos de dados para a nuvem

DevSecOps no Azure

Como habilitar o DevSecOps no Azure?

A habilitação do DevSecOps no Azure é feita por meio da integração da nuvem da Microsoft com ferramentas especiais que cobrem todas as arestas possíveis no que diz respeito à segurança no desenvolvimento de apps.

São elas:

GitHub Enterprise: Conhecido por ser a plataforma de desenvolvedores mais rápida do mundo, o GitHub conta com recursos avançados que ajudam a proteger o código e demais ativos do seu aplicativo a partir do CodeQl, um mecanismo de análise que identifica vulnerabilidades em seus códigos. Outro benefício do GitHub Enterprise é que ele usa alertas de segurança e atualizações de segurança para corrigir problemas em suas dependências.

Azure Active Directory: O Azure AD oferece logon único e autenticação multifator (MFA) para ajudar a proteger a sua empresa contra ataques de segurança cibernética. O logon único simplifica o acesso aos seus aplicativos de qualquer lugar e as ferramentas para desenvolvedores facilitam a integração de identidade aos seus aplicativos e serviços. Além disso, é possível, também, proteger as credenciais do usuário a partir da implementação de políticas de acesso e de autenticação que regulam quais pessoas podem acessar quais informações.

Azure Boards: Essa ferramenta foi desenvolvida para facilitar o dia a dia do seu time de desenvolvimento. Com ela você acompanha seu trabalho utilizando quadros Kanban (que conta com visualização dinâmica e intuitiva), listas de pendências, painéis de equipe e relatórios personalizados. O Azure Boards também pode ser integrado ao GitHub, visando melhorar a produtividade da sua equipe e adequá-las às suas necessidades.

Azure Security Center: Anualmente a Microsoft investe mais de um bilhão de dólares em pesquisas e desenvolvimentos de segurança cibernética, visando oferecer a maior e mais completa proteção aos seus clientes. Ao ativar a Central de Segurança do Azure você fortalece sua postura de segurança na nuvem e ajuda a proteger seus dados hospedados nas máquinas virtuais do Azure, no local ou em outras nuvens, verificando a presença de possíveis vulnerabilidades.

Azure Sentinel: Com a coleta de dados dos dispositivos, sistemas, aplicativos e usuários, essa solução de SIEM (gerenciamento de eventos e informações de segurança) e SOAR produz análises de segurança para detectar e responder ameaças cibernéticas com inteligência.

DevSecOps no Azure: Como trazer para a empresa?

Agora que você conhece a possibilidade de habilitar o DevSecOps no Azure, é natural que queira tornar o processo de desenvolvimento da sua empresa ainda mais seguro.

Para implementá-lo, é indispensável contar com o suporte de parceiros especializados da Microsoft. Aqui na Lattine Group, somos Microsoft Gold Partners e dispomos de uma equipe de profissionais preparados para atender todas as suas demandas!

Clique aqui e solicite um contato conosco.

Lattine Group

© 2019 - Copyright

Logo FUP