Lattine Group

Blog

5 passos para a resiliência nos negócios

Produtividade

5 passos para a resiliência nos negócios

Conheça como o conceito de resiliência se aplica ao setor corporativo e 5 passos para desenvolvê-la na sua empresa.
Muito se tem falado sobre resiliência nos últimos tempos, mas as pessoas costumam ignorar sua dualidade. Não se trata apenas de voltar de uma crise, como comumente entendido; é também saltar para uma nova realidade.

Segundo estudos, uma empresa resiliente responde imediatamente para se proteger de uma exigência, se recupera da adversidade para estar em uma posição de superar seus pares e, em seguida, reimagina seu negócio para ficar à frente de seus concorrentes em um momento futuro.

Até agora, a maioria das empresas abordou as prioridades imediatas da fase “Responder”, mantendo os funcionários seguros, mudando suas formas de trabalhar e lidando com questões operacionais importantes, como interrupções na cadeia de suprimentos e vivenciou também a fase “Reiniciar”, ajustando-se rapidamente às novas realidades.

Nesse momento que estamos, a fase de recuperação, as empresas precisam lidar com a incerteza na demanda, oferta, mercados de trabalho e disponibilidade de crédito. As previsões e os processos operacionais tradicionais ainda não estão eficazes, por isso as empresas devem desenvolver abordagens de percepção e resposta baseadas em dados para lidar com a volatilidade e, devem aprender a se ajustar rapidamente a cenários de rápida mudança.

O processo de construção de resiliência também tem uma fase crítica, a de Reimaginar. Essa fase está diretamente ligada a preparar o negócio para o futuro. O que vivemos hoje provavelmente vai gerar mudanças permanentes no comportamento do consumidor e dos funcionários, e alguns setores e modelos de negócios serão irreversivelmente interrompidos. À medida que a concorrência muda, as empresas resilientes tem a oportunidade de ressurgir mais fortes.

Por que é importante desenvolver a resiliência corporativa?

A resiliência corporativa proporciona condições para ganho de produtividade e eficácia das ações. Basicamente, a falta dessa característica conduz a uma insistência em estratégias pouco efetivas, repetitivas e que já comprovaram não gerar resultados.

A resiliência caminha conjuntamente com a capacidade de percepção da realidade e de reação aos problemas e dificuldades em potencial. Mas, para isso, é essencial contar com uma boa estruturação de avaliação e mensuração dos cenários, proporcionada pela tecnologia, com recursos como a big data e a inteligência artificial para a extração de insights.

Com isso, a organização ganha em proatividade e cria uma estrutura mais sólida para a reação às mais complexas realidades e manifestações. Reforçamos a importância de um parque tecnológico robusto, para a adequada gestão de processos e da informação.

Download gratuito: Como a pandemia mudou o cenário da tecnologia

resiliencia corporativa

Como as empresas podem desenvolver resiliência corporativa?

A resiliência corporativa pode ser desenvolvida com o apoio de algumas iniciativas. Acompanhe mais sobre essas ações a seguir!

1. Crie uma jornada do cliente integrada entre diferentes canais

Diante de um cenário adverso, é preciso criar condições para que o negócio tenha possibilidades de crescer, mesmo em uma recessão econômica.

Para isso, invista na personalização com marketing, vendas e preços estabelecidos a partir da análise de dados.

Dessa forma, é possível estabelecer medidas para autosserviço, recomendações personalizadas e automações. Assim, essa proposta foca em melhorar a experiência do cliente e, com isso, promover a proteção e o aumento de receita.

2. Promova a digitalização das operações

Na pandemia, o mais favorável é promover a digitalização total das operações, para o ganho de praticidade, agilidade e para facilitar o fluxo de trabalho. Isso deve envolver os contextos de logística, supply chain, desenvolvimento e as funções corporativas.

Esse passo se torna necessário especialmente com a incerteza. A completa imprevisibilidade do mercado demanda que as empresas se mantenham funcionais, muitas vezes, virtualmente, enquanto as sedes estão desocupadas pela persistente necessidade de isolamento.

3. Crie novas abordagens de gestão de talentos

É preciso focar em abordagens que promovam conexão, propósito compartilhado e senso de pertencimento, incentivando o engajamento, dedicação e produtividade.

Nesse contexto, é necessário focar em novas abordagens de gestão de talentos, com atenção para a colaboração, cultura organizacional e capacitação.

Todo esse processo deve ser apoiado pelo uso de uma infraestrutura tecnológica robusta e de estratégias de gestão de pessoas que potencializam o rendimento e o engajamento em home office. Assim, ferramentas para colaboração, reuniões e interação (como o Microsoft Teams) são imprescindíveis no processo.

4. Acelere plataformas digitais e de dados

As plataformas digitais e de dados precisam ser ágeis e funcionais para viabilizar a produtividade e a qualidade do trabalho efetivado.

Nesse contexto, é importante buscar uma arquitetura baseada em interfaces de programação, aplicativos e microsserviços com data lakes funcionais.

5. Estabeleça iniciativas de cibersegurança

É imprescindível aprimorar a cibersegurança, por meio da proteção dos ativos digitais e com respostas imediatas às ameaças de segurança.

Cybersecurity é prioridade da alta gestão, ocupando papel estratégico no negócio. Assim, um centro de operações de proteção estruturado, com especialistas focados no controle das operações da área é uma boa forma de começar.

As plataformas adotadas devem contar com camadas de segurança reforçadas. No pacote Microsoft 365, é possível contar com as soluções de proteção Azure Active Directory, Proteção Contra Ameaças da Microsoft, Central de Segurança do Azure, Azure Sentinel, Proteção de Informações da Microsoft e Gerenciamento de Riscos do Microsoft Insider.

Resiliência: Uma aliada dos negócios

A resiliência nos negócios é resultado de diversas iniciativas em distintas áreas. Dois alicerces nessa área são a gestão de pessoas, que deve focar em cooperação e sinergia e a infraestrutura tecnológica, que viabiliza um fluxo eficiente de trabalho.

A Lattine Group é Microsoft Gold Partner e trabalha com consultorias para auxiliar o seu negócio na transformação digital.

Contribuímos no desenvolvimento da resiliência corporativa e auxiliamos a sua empresa com a implantação do pacote de soluções da Microsoft!

Gostou do conteúdo? Aproveite e entre em contato com nosso time!

Lattine Group

© 2019 - Copyright

Logo FUP