Lattine Group

Blog

A tecnologia em diferentes gerações

ColaboradoresDicasTrabalho

A tecnologia em diferentes gerações

Hoje, as mudanças no mercado de trabalho nos impõe um grande desafio: a importância de se ter um bom relacionamento entre as gerações que dividem o espaço empresarial nas Organizações, e como olhar para isso com intuito de aproveitar o capital intelectual da sua equipe para guinar o crescimento pessoal/profissional e empresarial.

Para as empresas, isto representa uma oportunidade sem precedentes para impulsionar a inovação, aproveitando a sabedoria de alguns, o conhecimento e perspectivas diferentes. Garantir que pessoas e grupos diversos formem equipes coesas e produtivas e que estejam atualizadas e confortáveis em trabalhar juntas e de forma tranquila é ponto determinante.

A geração Z é a mais nova no mercado de trabalho, composta por jovens nascidos nos meados dos anos 90 até 2000. Essa geração chega no mercado atual muito mais pronta que as gerações anteriores, já que nasceram com a tecnologia no dia a dia e dispositivos como celular e notebook são quase uma “parte do corpo”: indispensáveis.

Em contrapartida, algumas empresas podem precisar se ajustar às novas necessidades, pois o ritmo de trabalho é rápido, dinâmico e eles estão em busca de propósito. Como ponto negativo, podem ter dificuldade em aceitar críticas e precisam se manifestar quase o tempo todo. Muitos adeptos da tecnologia acreditam no poder de transformação e nos impactos que ela pode causar dentro do ambiente de trabalho. A tecnologia pode ser uma grande facilitadora para a análise de dados, aumento de produtividade e simplificação da burocracia.

Os “baby boomers” e a geração X — 1945 a 1980 — são a geração mais antiga no mercado de trabalho e além de se adaptarem às novas gerações, demandam constante atualização tecnológica. O ponto chave nesse sentido está diretamente ligado à percepção das empresas, realizar uma readequação nos processos para vencer uma possível resistência dessas gerações em relação ao convívio e à tecnologia é fundamental.

A comunicação interna pode ser uma grande aliada nesses casos. Qualquer mudança ou novidade relacionada à tecnologia pode ser comunicada em diversos formatos para impactar todos os colaboradores: e-mail, reuniões, cartazes e etc.

Nos casos de implantação tecnológica, é importante investir em treinamentos para os colaboradores a fim de solucionar todas as dúvidas e garantir que todos estejam no mesmo nível de conhecimento da solução. Medidas como essas ajudam a reduzir a resistência das gerações mais experientes e também incluem as novas no ambiente de trabalho.

Como as novas gerações gostam de trocar opiniões e sentir-se parte da empresa nada mais interessante do que um ambiente colaborativo, coletar feedbacks ao longo dos processos e ajustar-se de acordo com essas avaliações potencializa resultados e inspira a equipe.

Enquanto os mais novos têm senso de imediatismo, as gerações mais antigas conseguem lidar melhor com a espera em casos de problemas com softwares, por exemplo. Cada geração tem uma relação diferente com a tecnologia e é importante que as empresas entendam e valorizem cada indivíduo e o seu tempo de desenvolvimento. Com planejamento e ações detalhadas, os impactos de convivência e tecnologia se transformam na verdade em pontos positivos, extraindo o que há de melhor em cada uma e agregando valor para uma equipe multidisciplinar e completa. Um ambiente de trabalho agradável e propício pra a troca de experiências está garantido!

Leia também:

 

Lattine Group

© 2019 - Copyright

Logo FUP